Dieta alcalina – a dieta das celebridades

Dieta alcalina. Quando os médicos mandam fazer análises de rotina, um dos testes é à acidez da urina, para ver se há ácido a mais no organismo.

Embora nenhum alimento que consumamos vá alterar substancialmente a acidez do sangue, isso já não é verdade para a urina. A acidez mede-se na chamada escala de pH, em que o valor 7 é neutro, abaixo de 7 é ácido, e acima de 7 é o seu oposto, ou seja, é alcalino. O ideal é estar no ponto neutro, sem ácido a mais nem a menos.

O pH da urina é acidificado pelas carnes, leite, pão branco, bebidas energéticas e álcool, entre muitos outros. Por outro lado, são alcalinizantes os frutos e os legumes, em geral, desde os citrinos aos brócolos.

Dieta alcalina

Dieta alcalina

Para fazer uma dieta alcalina é necessário que o cardápio tenha 60% de alimentos alcalinos como pepino, orégão ou tofu e 40% de alimentos ácidos como ovo, maçã, iogurte ou arroz, por exemplo. Essa divisão pode ser feita através do número de refeições, assim, ao fazer 5 refeições por dia, 2 podem ser refeições com alimentos ácidos e 3 apenas com alimentos alcalinos.

A Dieta Alcalina é um programa alimentar vegetariano que consiste em perder peso e conquistar boa saúde.

A acidez de um alimento deve ser medida através do seu efeito no organismo após a digestão, e não do seu teor de acidez e alcalinidade intrínseca. Por exemplo, as frutas cítricas são fontes de alimentos ácidos que após a digestão exercem efeito alcalino no organismo.

A ingestão de carnes, fritos, doces, alimentos refinados, comidas pré-fabricadas, (o famoso “fast food”), refrigerantes e massas, por exemplo, deixam o sangue muito ácido, aumentando as toxinas do corpo.

Alimentos ácidos

pH 3 (muito ácido): Água com gás, refrigerante, energético, álcool, fritos, sal, açúcar refinado, comida enlatada, alimento embutido, cigarro.

pH 4: Leite, creme de leite, queijo, manteiga, carne de porco, vinagre, massa, pipoca, cerveja, vinho, chá preto, torrada, pickles, chocolate, nozes, adoçante, molho de tomate.

pH 5: Carne vermelha, café, suco com açúcar, pão branco, amendoim, trigo, arroz branco, maionese, doces e bolos de farinha branca, geleia e marmelada.

pH 6: Ovo, peixe, frango, fígado, feijão, leite de soja, chá, arroz integral, aveia, mel, cenoura, flocos de milho, farinha de trigo integral, ketchup, batata, molho de soja.

Dieta alcalina

Alimentos alcalinos

pH 7 (neutro): Água mineral

pH 8: Maçã, amêndoa, tomate, abacaxi, morango, cereja, pêssego, damasco, banana, laranja, pimentão, nabo, arroz selvagem, milho, soja, folhas verdes-escuras, espargo e goiaba.

pH 9: Abacate, abóbora, kiwi, melão, melancia, tangerina, tâmara, figo, manga, mamão, amora, uva, alface, beringela, batata-doce, inhame, mandioca, gengibre,ervilha, lentilha, clara de ovo, salsa e maracujá.

Dieta alcalina

pH 10 (muito alcalino): Couve, couve-de-bruxelas, couve-flor, espinafre, brócolos, repolho, alcachofra, pepino, limão, lima, rabanete, agrião, cebola, sumos de vegetais, alho e alga.

Perder peso e livrar-se de uma vez por todas das toxinas do corpo. É isso o que propõe a dieta alcalina, uma forma de se alimentar evitando alimentos ácidos e com alto teor de pH

Converse com o seu médico antes de adoptar uma dieta alcalina para reduzir o risco de desnutrição e de outros efeitos negativos.
Por causa da falta de evidência científica, a dieta alcalina pode não ser apropriada ou segura para todas as pessoas, e geralmente é sugerido que faça concessões necessárias que o seu corpo exige.

Para informações sobre metabolismo clique aqui.

Dieta alcalina

Dieta alcalina – a dieta das celebridades
4.6 (92.57%) 35 votos

3 Comentários

  1. Colocado por Bia

    Vou levar pois desconhecia

  2. Colocado por Bruno

    artigo interessante, parabéns pelo artigo

  3. Colocado por Conceição Moura

    Vou aproveitar estas belas dicas!

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*