Óleo de Palma: Impactos na Saúde e Benefícios Nutricionais

Óleo de Palma: Impactos na Saúde e Benefícios Nutricionais

O óleo de palma, extraído do fruto da palmeira Elaeis guineensis, é uma gordura vegetal amplamente utilizada na culinária e na indústria cosmética. Conhecido como óleo de palma vermelho em sua forma não refinada devido à sua cor, este óleo oferece benefícios e riscos à saúde. Neste artigo, exploramos os impactos do consumo, seus benefícios nutricionais e as preocupações associadas ao seu uso excessivo.

A principal fonte deste óleo é a árvore Elaeis guineensis, originária dos países do este e sudeste africano.

Um óleo identico pode ser obtido da Elaeis oleífera, de origem sul-americana.

Atualmente, o cultivo das espécies expandiu para o sudeste asiático e países como a Malásia e a Indonésia contabilizam cerca de 80% da produção mundial.

O óleo de palma é um dos mais acessíveis e mais usados em todo o mundo, correspondendo a 1/3 da produção global de óleos vegetais.

A história deste oleo remonta a milhares de anos, com o registo mais antigo de seu uso datando de 3.000 aC.

No final do século XIX, arqueólogos descobriram óleo de palma em uma tumba localizada em Abidos, no Egito.

Acredita-se que os comerciantes árabes trouxeram o petróleo para o Egito.

fruto óleo palma

Fatos sobre o óleo de palma

  • As palmeiras de óleo de palma podem crescer até 20 metros de altura com uma vida média de 25 anos.
  • O óleo cresce em ou 10 graus norte / sul do equador.
  • Cada árvore pode produzir 10 toneladas de cachos de frutas frescas por hectare.
  • A árvore começa a dar cacho de frutas frescas após três anos.
  • A noz, conhecida como kernel, no centro de cada pedaço de fruta, é onde o óleo de palmiste é extraído.
  • Cada pedaço individual de fruta no cacho de frutas contém 50% de óleo.
  • A palmeira de óleo também é conhecida como Elaeis Guineensis.
  • Pode ser colhido 12 meses do ano.
  • Em média, 3.9 toneladas de óleo de palma bruto e 0.5 toneladas de óleo de palmiste podem ser extraídas por hectare.
  • Requer 10 vezes menos terra do que outras culturas produtoras de óleo.
  • A fibra restante do processo de moagem de palmiste fornece um produto chamado expeller de palmiste. Isso é usado na alimentação animal, mas também pode ser usado para fazer produtos como papel ou fertilizantes.
óleo de palma

O óleo de palma é uma boa escolha vegetal?

Sempre que extraído a frio, é uma gordura saudável e de boa qualidade (rica em antioxidantes e vitaminas A e E).

Porém na versão refinada, que encontramos nos alimentos processados e nos produtos de cosmética e limpeza, advém do processo de fervura que faz com que muitos dos benefícios do óleo se desperdicem e este ganhe toxicidade.

Para perceber se um alimento é de evitar ou não, é fundamental ler os rótulos dos alimentos processados, já que poderá encontrar este óleo camuflado em nomes como óleo de palmiste, palmoleína ou oleína de palma, gordura vegetal fracionada e hidrogenada de palmiste, estearina de palma, manteiga de palma ou até Elaeis guineensis.

Os alimentos que contêm óleo de palma são, por norma, alimentos processados e de péssima qualidade nutricional, devendo por isso ser evitados.

Mas tal como acontece com qualquer óleo gordura – seja de coco, soja, girassol, amêndoa ou até mesmo o azeite – o seu consumo é grave para a saúde quando excessivo.

fritar com óleo de palma

COMPOSIÇÃO NUTRICIONAL DO ÓLEO DE PALMA

Por cada colher de sopa (14 g) o óleo de palma apresenta:

Calorias: 114
Gorduras: 14g
Gorduras saturadas: 7g (50%)
Gorduras monoinsaturadas: 5g (40%)
Gorduras polinsaturadas: 1.5g (10%)
Vitamina E: 11% das RDI

Benefícios Potenciais do Óleo de Palma

Oferece vários benefícios para a saúde, incluindo:

  • Saúde do Cérebro: Contém tocotrienóis, uma forma de vitamina E com fortes propriedades antioxidantes que podem proteger a função cerebral e retardar a progressão da demência.
  • Saúde do Coração: Pode ajudar a reduzir o colesterol LDL “mau” e aumentar o colesterol HDL “bom”, protegendo contra doenças cardíacas.
  • Rico em Antioxidantes: A versão não refinada é rica em vitaminas A e E, importantes para a saúde da pele e visão.

Informações Essenciais sobre o Óleo de Palma

O óleo de palma é extraído do fruto da palmeira e possui diversas características importantes:

  • Origem: Extraído da Elaeis guineensis e Elaeis oleífera.
  • Produção Global: Principalmente na Malásia e Indonésia, responsáveis por cerca de 80% da produção mundial.
  • Composição Nutricional: Rico em antioxidantes e vitaminas A e E quando extraído a frio.

Saúde do coração

O óleo de palma foi creditado por fornecer proteção contra doenças cardíacas.

Embora alguns resultados do estudo tenham sido misturados, esse óleo geralmente parece ter efeitos benéficos nos fatores de risco de doenças cardíacas, incluindo a redução do colesterol LDL “mau” e o aumento do colesterol HDL “bom”.

Preocupações Relacionadas ao Óleo de Palma

Embora o óleo de palma tenha benefícios, existem preocupações significativas:

  • Versão Refinada: O óleo de palma refinado encontrado em alimentos processados perde muitos dos benefícios nutricionais e pode conter substâncias tóxicas devido ao processo de fervura.
  • Impacto Ambiental: A produção de óleo de palma está ligada ao desmatamento, perda de biodiversidade e práticas agrícolas insustentáveis.
  • Consumo Excessivo: Como qualquer óleo, seu consumo excessivo pode ser prejudicial à saúde, contribuindo para o ganho de peso e doenças cardiovasculares.

Cachos de frutas frescas com óleo de palma (FFB)

Cachos de frutas frescas como o da foto acima crescem na árvore e são colhidos, depois transportados para uma fábrica de óleo de palma.

O processo de moagem extrai o óleo de palma da polpa de cada pedaço de fruta contido no cacho.

O palmiste, a noz encontrada no centro de cada pedaço de fruta, é extraído e enviado para uma moenda de palmiste. O óleo é extraído do caroço.

A polpa que sobra desse processo é prensada, formando torta de palmiste ou bagaço.

Esses processos extraem três principais produtos de palma: óleo de palma bruto, óleo de palmiste bruto e bagaço de palmiste.

O óleo de palma possui benefícios e riscos que devem ser considerados. Para aproveitar seus aspectos positivos, prefira a versão não refinada e consuma com moderação. Esteja atento aos rótulos de alimentos processados e opte por produtos sustentáveis e éticos. A decisão consciente sobre o uso de óleo de palma pode contribuir para uma dieta equilibrada e um impacto ambiental reduzido.

4.5 / 5. Votos: 82

No votes so far! Be the first to rate this post.


AVISO: Nenhuma publicação desta página constitui prática médica e como tal não substitui o conselho e acompanhamento médico.
Partilhar este artigo

2 thoughts on “Óleo de Palma: Impactos na Saúde e Benefícios Nutricionais

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *