Como lidar com os vícios alimentares

Sabe-se que a alimentação hoje tem uma enorme importância na nossa vida e que um dos problemas mais graves são os vícios alimentares.

Ceder a uma tentação não é fácil, ainda mais quando se trata dos doces. O problema é que, mesmo sabendo que eles podem comprometer a dieta, muitas mulheres não conseguem controlar-se e comer um só.

Ansiedade, depressão e stress são alguns dos culpados que podem provocar um vício perigoso pela comida, que os cientistas qualificam como um transtorno mental.

vícios alimentares

Como qualquer vício, para este ser ultrapassado é essencial diminuir significativamente a ingestão do alimento.

  • Não tenha o alimento disponível. Se o tiver em casa ou no trabalho, com facilidade irá ceder;
  • Assegure-se de que tem o apetite controlado. Quanto menos fome tiver, menor será a probabilidade de vir a consumir esse alimento, em qualquer circunstância;
  • Procure outras fontes da sensação de prazer: praticar exercício físico, estar com amigos ou família, ou distracções para quando está prestes a vacilar – ouvir musica, ver uma série ou filme, sair de casa e dar um passeio;
  • Estipule objectivos a curto, médio e longo prazo para ajudar a resistir ao alimento. Defina recompensas para a superação de cada objectivo;
  • Partilhe a sua resolução com alguém que ajude a motivar e com quem possa estabelecer um compromisso. Estar comprometido aumenta a probabilidade de sucesso.

Como lidar com os vícios alimentares

Lista de 10 vícios alimentares:

1 – Pizza
2 – Chocolate
3 – Salgadinhos de batata (chips)
4- Cookies
5 – Sorvete
6 – Batata frita
7 – Cheeseburger
8 – Refrigerante
9 – Torta e doces
10 – Queijo

A compulsão por alimentos que são fontes de açúcar acomete em maior parte as mulheres, já que essa vontade incontrolável costuma estar associada a desequilíbrios mais comuns no sexo feminino, como desordens hormonais e alimentares, síndrome pré-menstrual, dietas restritivas, além da fadiga.

Quando ingere um alimento que adora (em geral, doces e fritos), o seu cérebro regista a experiência como algo prazeroso. Então, toda vez que se depara com uma situação stressante, ele recupera essa sensação e pede mais desses alimentos.

Só que essa é uma solução provisória e, pior, viciante! A dependência pode não ser diária, mas já caracteriza uma percepção de que comida gostosa é recompensa para qualquer má sensação.

Fique longe da comida e aumente o tempo entre cada refeição: não coma mais de quatro vezes ao dia. Nesse ponto, você já sentirá menos fome, o que vai ajudá-la a conter desejos.

A partir daí, emagrecerá de forma saudável e sem culpa!

Como lidar com os vícios alimentares
4.6 (92.94%) 34 votos

2 Comentários

  1. Catarina || 17 Junho, 2017

    Tive que abdicar de muitas coisas para ter uma vida saudável

  2. Francisco || 10 Maio, 2017

    Temos que ser mais fortes do que esses vícios para bem da nossa saúde

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *