Comer na praia – refeições praticas e saudáveis

O bom tempo convida a dias longos na praia.

Mas a dúvida surge frequentemente: o que devo levar para me alimentar?

A verdade é que tanto nas férias, como nos dias de praia os mesmos parecem ser longos e extenuantes. Contudo, a maioria de nós não gasta mais calorias do que num dia normal, a não ser que seja uma pessoa bastante activa e pratique desporto.

Pelo contrário, é provável que passe mais tempo sentado ou deitado (na toalha).

Não coma mais vezes do que comeria num dia normal, ou seja, evite petiscar. Cinco refeições diárias são o ideal.

Opte por alimentos práticos, pouco perecíveis, como fruta, iogurte ou batido de fruta e vegetais para os lanches.

Para o almoço evite as sandes. Em vez disso, leve uma salada variada de folhas e legumes, a que pode juntar vários ingredientes, como ovo, carne, peixe, conserva de peixe, delícias do mar, salmão fumado, camarões, cubos de fiambre e queijos magros.

Comer na praia

A fruta é uma presença obrigatória para manter a dieta na praia

De fácil digestão, leves, saciantes (isto é, ricas em fibras) e repletas de vitaminas, sais minerais e de água para assegurar o equilíbrio dos níveis de hidratação.

Estas são as principais características da fruta no geral, e que satisfazem a necessidade de doce, afastando os alimentos que normalmente se consome neste tipo de espaços, como os gelados e as bolas de Berlim.

Quanto às bebidas, cuidado com as açucaradas, mesmo as de “fruta natural”. Prefira água ou chá frio, se acharem necessário adicionem um pouco de adoçante em pó, bem como canela e casca de limão.

Esta alimentação na praia não implica que uma vez por outra não possa saborear de um bom gelado, bola de Berlim ou outro alimento que se goste, temos sim de aprender a reeducar nosso corpo, e reeducando não significa proibi-lo de consumir alimentos menos certos, mas sim ensinar a comer as quantidades certas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *