Dicas para manter a motivação na dieta 1

Dicas para manter a motivação na dieta

Muitas pessoas procuram maneiras de perder peso, o que geralmente envolve ficar de boca fechada e exercitar-se com disciplina e força de vontade.

Esse tipo de motivação para perder peso às vezes atrapalha mais do que ajuda, pois reduz tudo a uma questão de foco.

Na verdade, perder peso, ou melhor, atingir um peso saudável, envolve vários fatores que vão além do que comemos. Também afeta a nossa dieta, questões hormonais, metabólicas, fisiológicas, psicológicas, qualidade do sono, etc.

Da mesma forma, a motivação não é estática, então podemos sentir-nos mais ou menos motivados. Ela muda sob a influência de vários fatores internos e externos que influenciam nossas decisões e atitudes.

O que é motivação?

A motivação é um elemento que impulsiona as pessoas a realizar uma ação de uma determinada maneira, ou seja, agir de forma a atingir seus objetivos.

É um sentimento individual. Isso significa que vem de cada um de nós. No entanto é capaz de encontrar motivação dependendo da consciência que traz para a mudança, bem como do momento em sua vida.

Motivação interna

Quando a motivação vem de fatores internos, mais autónoma ela se torna e nos sentimos estimulados a fazer mudanças e sustentá-las no longo prazo.

Essa motivação autonómica ocorre quando aprendemos ou vivenciamos algo novo, quando nos sentimos desafiados e pela estimulação de sensações prazerosas associadas a mudanças que afetam os sentidos.

Por exemplo, quando alguém decide experimentar um novo desporto e sente que isso trará aprendizagem, além de benefícios físicos e de bem-estar.

motivação na dieta

Motivação Externa

Além dos fatores internos, os fatores externos e o ambiente em que a pessoa se insere podem motivá-la ou desmotivá-la. Nesse caso, a motivação não traz muita autonomia, embora possa trazer mudanças de curto prazo.

Nesse caso, nos sentimos motivados porque recebemos algo em troca, por exemplo, um prémio ou recompensa para não nos sentirmos culpados, ou porque acreditamos nisso, embora não gostemos.

Esse tipo de motivação está relacionado a certos comportamentos, como não gostar, só porque acha que contribui para o ganho de peso e a perda de peso.

Nesses casos, a motivação para emagrecer é controlada por fatores externos, não nos dá autonomia e não nos comprometemos a manter nossa mudança de comportamento a longo prazo.

Porque olhar para fatores internos de motivação para perder peso?

Quando buscamos motivação para perder peso, normalmente nos focamos na perda de peso rápida, que muitas vezes está associada a uma dieta restritiva e exercícios para aumentar o gasto calórico.

Essa motivação de perda de peso, em que apenas o peso está em primeiro plano, não traz mudanças sustentáveis ​​ou duradouras.

Pouco depois de perder os dois quilos que queria e vestir aquele vestido, muito provavelmente começará a ganhar peso novamente, e ficando obcecada em perder peso.

As mudanças de comportamento fazem mais sentido quando mudamos nosso pensamento de apenas perder peso e nos concentramos em ganhos de saúde.

Quando sentimos que estamos a comer de forma saudável e que faz bem para o nosso corpo e nossa saúde e bem-estar é o que nos faz sentir realmente motivados.

Mais do que encontrar motivação para perder peso, é importante procurar motivos internos que a levarão a mudar certos comportamentos a longo prazo e ajudarão a mantê-la motivada.

Para isso temos algumas dicas 20Bet que podem ajudar.

motivação na dieta

Como manter a motivação para perder peso?

Aceite e respeite o seu corpo

Não seja tão crítica com o seu corpo. Não faça julgamentos ou comentários depreciativos ou negativos sobre ele.

Aprecie as partes do corpo que mais gosta em vez de enfatizar o que mais a incomoda.

Pense nisso como algo essencial que lhe permite fazer tantas atividades no dia a dia: movimentar-se, trabalhar, divertir-se, exercitar-se, conversar, etc.

Perder peso

O excesso de peso pode trazer problemas de saúde e não há mal nenhum em querer emagrecer desde que seja saudável, sem dietas milagrosas ou restritivas.

É importante perceber a perda de peso como resultado de mudanças de comportamento e não como foco do processo. A saúde não depende de um certo peso ideal, mas de um conjunto de comportamentos saudáveis.

Também tem que se lembrar que existem pessoas saudáveis ​​de todos os tamanhos e corpos.

Tenha paciência nos processos

Procurar uma vida saudável e estar em paz com a alimentação é mais interessante do que emagrecer rápido.

Essa perda geralmente está intimamente ligada a uma dieta que não pode ser sustentada a longo prazo.

Portanto, é melhor fazer mudanças graduais e entender que demora um pouco antes de percebermos os resultados de mudanças na nossa saúde.

Estabeleça metas realistas

A definição de metas pode ajudar na mudança de comportamento. E consequentemente no impulso de motivação para emagrecer.

Com a ajuda de um profissional de saúde, pode definir metas e determinar etapas para alcançá-las.

Desta forma, pode concentrar-se em mudanças graduais e não em metas irreais e imediatas.

Reconheça o positivo

Foque no que mudou e não desanime por metas que ainda não foram alcançadas. Isso é essencial para não perder a motivação ao perder peso.

A mudança é um processo gradual e dinâmico, somos humanos e não máquinas que repetem tudo da mesma forma.

No processo de mudança nos deparamos com vários obstáculos que não devem ser assustadores, mas levados em consideração para entender nossas dificuldades.

4.6 / 5. Votos: 14

No votes so far! Be the first to rate this post.

Partilhar este artigo