Miso ajusta o funcionamento dos intestinos

O miso é uma pasta obtida por fermentação láctica e composta por feijão de soja, fonte extremamente rica em proteínas e outros nutrientes, ao qual se junta, normalmente, um cereal como o arroz ou a cevada, e água filtrada.

A vantagem do , em relação a outros alimentos à base de soja, reside no seu processo de fermentação – durante o seu fabrico, o feijão de soja é sujeito a uma transformação bioquímica completa através da qual todas as moléculas complexas, glúcidos, lípidos e outros nutrientes são divididos em moléculas mais simples o que os torna mais digeríveis, facilitando a sua assimilação.

O mais importante, este processo de fabrico liberta novos sabores e aromas cada um mais saboroso que os outros.

A consistência do miso é pastosa e a cor varia entre o bege claro e o castanho escuro, passando por toda uma gama de cores intermédias. O sabor é intenso e relativamente salgado, assemelhando-se a avelãs. O miso de cor clara é, normalmente, menos salgado e de sabor menos intenso do que o mais escuro.

Miso

Existem várias variedades de miso

Devido ao processo de fermentação a que é sujeito, o miso é um alimento vivo (tal como o iogurte) que contém bactérias e fermentos vivos, facilmente assimilados pelo organismo, e muito benéficos para o equilíbrio da flora intestinal.

PRINCIPAIS VARIEDADES DE MISO

Existem várias variedades de miso – onde a proporção dos ingredientes e do tempo de incubação mudam – cada uma tendo um gosto e um efeito particulares.

Miso de Cevada ou Mugi Miso – o miso obtido a partir da cevada, feijão de soja e de sal fermentados em conjunto é o mais doce e o mais conveniente para cozinharmos no dia a dia. Tem um ligeiro sabor a terra, um aroma doce e pode ser utilizado durante todo o ano. A melhor qualidade corresponde ao miso de um mínimo de 18 meses, sendo preferível 24 meses ou mais. No Japão, o miso de cevada é conhecido sob o nome de Mugi Miso.

Miso de soja ou Hatcho Miso – o miso de soja tem apenas feijão de soja e sal na sua constituição. É confeccionado com menos água e menos sal que as outras variedades de miso, tem um sabor mais seco e, derivado à sua fermentação mais lenta, leva 2 anos para chegar à maturidade.

Possui um sabor rico e forte, uma consistência espessa e, se bem que possa ser consumido durante todo o ano, é tradicionalmente apreciado em sopas durante o Inverno. Pode igualmente ser misturado a 50% nas sopas com outras variedades de miso, constitui um bom creme de barrar e permite fazer pickles de longa duração.

Miso de ou Kome Miso – é preparado com arroz integral, soja e sal marinho e é habitualmente o mais doce de todas as variedades de miso. O seu sabor é rico e ligeiro e é sobretudo apreciado ocasionalmente nas sopas durante os meses mais frios, noutras preparações e em salmoura.

Miso ajusta o funcionamento dos intestinos

As variedades de miso ligeiro – além das três principais variedades acima descritas, que são normalmente utilizadas para as sopas e cozinha quotidiana, existe uma diversidade de variedades de miso ligeiro e doce (Komé Miso).

São habitualmente de cor mais clara (amarelo, branco) e, por conterem menos sal, precisam apenas de algumas semanas para envelhecer.

Estas variedades doces de miso são apreciadas ocasionalmente para a cozinha ligeira ou para as festividades.

Adicionado no final dos cozinhados (sem sal e sem ferver) – sopas, caldos, pratos de vegetais ou molhos.

O miso ajusta o funcionamento dos intestinos, preserva a flora intestinal, purifica e alcaliniza o sangue e fortifica o fígado.

Este produto pode ser comprado em lojas de produtos naturais e um frasco de 300gr custa entre 7.00€ e 9.00€.

Mais informação: https://pt.wikipedia.org/wiki/Miss%C3%B4

Miso ajusta o funcionamento dos intestinos

Miso ajusta o funcionamento dos intestinos
4.7 (94.44%) 18 votos

2 Comentários

  1. Graça Filipa || 2 Fevereiro, 2017

    Nunca tinha ouvido falar, muito bom.

  2. Diogo || 2 Fevereiro, 2017

    Tomei conhecimento deste produto numa reportagem televisiva, vou comprar.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*