Intolerância ao glúten

A intolerância ao glúten é a incapacidade ou dificuldade de digestão do glúten, que é uma proteína presente em alguns cereais como trigo, centeio, cevada e aveia.

Nos indivíduos intolerantes ao glúten tem uma condição chamada doença celíaca. Nessas pessoas o glúten danifica as paredes do intestino delgado, provocando diarreia , dor e dificultando a absorção de outros nutrientes. é permanente.


Alguns dos sintomas:
– Problemas de digestão como gases, diarreia, inchaço ou prisão de ventre
– Fadiga, dificuldade em raciocinar, ou sentir-se cansada depois de ingerir uma refeição que contenha glúten
– Sintomas neurológicos como tonturas, ou falta de equilíbrio
– Diagnóstico de doenças auto-imunes como artrite reumatóide, lúpus, esclerose múltipla
– Enxaquecas frequentes
– Inflamação ou dor nas articulações das mãos, dedos, anca ou joelhos
– Sofrer de ansiedade, depressão, mudanças bruscas de humor

Os exames para identificar a intolerância ao glúten são:
– Teste genético;
– Teste sorológico para o glúten – exame de sangue;
– Biópsia intestinal.

Intolerância Ao Glúten
O tratamento para intolerância ao glúten é basicamente excluir o glúten da alimentação durante toda a vida.

O glúten poderá ser substituído por milho, farinha de milho, fubá, amido de milho, batata, fécula de batata, mandioca, farinha de mandioca e polvilho. Ao retirar o glúten da dieta a remissão dos sintomas podem desaparecer em poucos dias ou semanas.

Do que se conhece até aos dias de hoje, a única forma é eliminar 100% do glúten da sua alimentação, mesmo os alimentos, medicamentos ou suplementos com vestígios de glúten podem causar reacções no seu corpo.

Intolerância Ao Glúten

Intolerância ao glúten
Vote neste artigo

Comentários

  1. Helena Gaspar || 2 Março, 2016

    artigo importante para quem sofre deste problema.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*