Intolerância ao Glúten – Como saber se eu tenho

O glúten é uma proteína que se encontra, essencialmente, em três cereais: a cevada, o trigo e o centeio. Apesar de, por motivos de saúde, apenas os celíacos (pessoas que têm uma intolerância ao glúten) deverem excluir este elemento definitivamente da alimentação, cada vez são mais as pessoas a optar por não ingerir glúten.

Estima-se que mais de 90% das pessoas que sofrem de intolerância ao glúten, ou são celíacas, nunca foram diagnosticadas.

Algumas pessoas com predisposição genética para tal podem desenvolver intolerância ao glúten, manifestada por uma inflamação intestinal com aparecimento ou não de sintomas e sinais clínicos.

Os sintomas podem não ser muito evidentes no início da doença e ser até confundidos com deficiência em lactase (a enzima que digere a lactose, o açúcar do leite), ou síndrome do cólon irritável.

LEITURA DOS RÓTULOS

A chave está na leitura dos rótulos, onde existe a informação detalhada dos ingredientes e também da informação nutricional do alimento.

O glúten pode estar escondido em qualquer produto de supermercado, daí que a sua leitura atenta seja fundamental, principalmente para quem tem que fazer uma dieta isenta de glúten e para evitar sintomas inerentes à doença celíaca ou sensibilidade ao glúten.

As fontes mais óbvias de glúten são as referidas no tópico anterior: trigo, centeio e cevada. Mas a aveia a o malte poderão ser fontes desta proteína, caso sejam plantadas juntamente com os cereais anteriores e ocorra contaminação. Se encontrar algum destes alimentos no rótulo de um alimento, significa que existe glúten.

Tenha atenção que, por vezes, há a indicação de que o alimento não contém glúten mas depois afirma que “pode ter vestígios de trigo” ou “ pode ter vestígios de aveia”. Nestes casos, o alimento pode, sim, conter glúten!

Portanto, a leitura dos rótulos e conhecer os ingredientes presentes nos produtos que compra é a única forma de garantir que não consome glúten. O mesmo procedimento é válido para qualquer outra intolerância alimentar.

Intolerância ao Glúten

Alimentos que podem conter glúten

* Açúcar glacé.
* Banhas industriais;
* Batatas fritas de pacote;
* Broa de milho;
* Caldos de carne e de peixe;
* Chocolates em tablete ou pó;
* Compotas de fruta;
* Enlatados;
* Fiambre, presunto e chouriço;
* Frutas em calda/cristalizada;
* Gelados comerciais;
* Gelatinas;
* Iogurtes de aromas/pedaços;
* Leites achocolatados, maltados e aromatizados;
* Manteigas e margarinas;
* Natas;
* Outros temperos industriais (ketchup, maionese, mostarda, etc);
* Patés;
* Polpa de tomate;
* Produtos de soja;
* Produtos pré-congelados e ultra-congelados;
* Queijos industriais;
* Refrigerantes;
* Salsichas em lata;
* Sobremesas instantâneas;
* Sumos concentrados;
* Uísque;

Intolerância ao Glúten - Como saber se eu tenho

DIETA SEM GLUTEN

O principal objectivo é excluir o glúten da dieta, que existe, como já foi dito, em cereais como o trigo, o centeio, a cevada, a aveia ou o triticale. Logo, todos os derivados alimentares que contenham qualquer um destes cereais deverão ser eliminados da dieta.

Apesar de muitos dos alimentos que consumimos diariamente conterem glúten, podem ser substituídos por arroz, batata, milho, soja, mandioca ou tapioca (amido extraído da mandioca). Hoje em dia já é muito mais fácil encontrar pão, bolachas, tostas e mesmo massas que não contenham glúten em estabelecimentos tradicionais, embora seja mais fácil nos especializados.

Aqui fica a ajuda da Associação Portuguesa de Celíacos (APC) para melhorar os sintomas e evitar a progressão da doença:

SINTOMAS IMEDIATOS DE INTOLERÂNCIA AO GLUTEN

Preste atenção ao seu nível de energia depois de comer alimentos que contenham glúten – Como o organismo das pessoas intolerantes ao glúten tem de trabalhar mais para tentar combater os efeitos deste no sistema digestivo, geralmente sentem fadiga depois de comer.

Examine o seu estado mental e emocional depois de comer trigo ou produtos que contenham trigo – Algumas pessoas com intolerância ao glúten relatam que perdem a sua linha de pensamento facilmente e dificuldade em concentrar-se.

Observe as mudanças nas extremidades – Muitas vezes, as pessoas com intolerância ao glúten sentem dormência ou formigueiro nos braços e pernas.

– Mudanças no humor – Por causa do mal-estar e da indisposição intestinal provocados pela reacção do organismo ao glúten, é normal que as pessoas que sofrem do problema apresentem mudanças de humor, tendo episódios de irritação, ansiedade e tristeza. Isso tende a ocorrer mais após as refeições.

Qual é o tratamento para quem tem intolerância ao glúten?

No caso da intolerância ao glúten, o tratamento não consiste em controlar os sintomas através do consumo de medicamentos. É preciso eliminar a causa do problema, o que significa cortar radicalmente esta proteína da alimentação.

Na nova dieta, é preciso eliminar trigo, cevada, centeio e outros grãos que contêm glúten. Mas é bom ressalvar que hoje há cada vez mais produtos disponíveis para quem não pode consumir os tradicionais — com alterações mais significativas na textura do alimento do que no sabor em si.

Em todo caso, pode sempre consultar um nutricionista para que ele lhe indique os melhores alimentos, tendo em conta não só as suas necessidades nutricionais, mas também os seus gostos pessoais.

Partilhar este artigo
  • 3
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *