Tremoços muito nutritivos e pouco calóricos

Tremoços muito nutritivos e pouco calóricos – Todos nós passamos por aqueles momentos em que nos apetece petiscar qualquer coisa antes ou depois das refeições mas acabamos por ficar na dúvida sobre qual a melhor opção.

Pois bem, um dos preferidos é o “tão Português” tremoço e fica muito bem em qualquer situação.

Colocar um pratinho de tremoços em cima da banca da cozinha enquanto se prepara o jantar, colocar esse mesmo pratinho na secretária enquanto estamos no computador em lazer ou a preparar um trabalho, na esplanada quando quisermos apanhar um pouco de sol, … dá para usar em variadíssimas situações.

É muito pouco calórico (66% do seu peso é água), o que é uma vantagem para quem não consegue comer poucos. Ao mesmo tempo, pelo seu teor em proteínas (17%) e fibras (5%), é um alimento bastante saciante.

O tremoço é uma leguminosa da mesma família da ervilha e da fava e bastante rico nutricionalmente: possui três vezes mais proteínas e duas vezes mais fósforo do que o leite de vaca, uma quantidade elevada de cálcio, vitaminas E e do complexo B, fósforo, potássio, ácidos gordos insaturados (ómega 3 e 6), ferro e fibras.

 

Tremoços

Tremoços

No que diz respeito à gordura, a sua composição é, na sua grande maioria, ácido oleico e linoleico (gordura presente no azeite), constituindo 86% da gordura total.

Acresce que o tremoço possui três vezes mais fibra do que a aveia e o trigo e, dessa fibra, a sua grande maioria tem a capacidade de reter o colesterol LDL no intestino e facilitar a sua eliminação nas fezes.

O teor em amido também é reduzido, o que explica o papel deste alimento no controlo do índice glicémico (teor de açúcar no sangue) e consequentemente, na redução da incidência da obesidade na população; também é um alimento indicado para quem sofre de problemas ósseos e reduz o apetite.

Além disso, as suas propriedades emolientes, diuréticas e cicatrizantes favorecem a renovação das células.

Tremoços

Alguns cuidados quando optar pelos tremoços: passar por bastante água corrente para tirar o sal em excesso e ao comer faça-o com a casca (sim, comam a casca). A casca do tremoço tem um efeito hipoglicemiante, o que ajuda a controlar o açúcar no sangue e faz dele um alimento altamente saciante.

O grão seco é tóxico – contém a substância alcalóide lupanina que lhe confere um sabor amargo.

Só depois de cozido e demolhado em água salgada se torna comestível e um aperitivo bastante apreciado no nosso país especialmente no Verão em cafés e esplanadas típicos, geralmente acompanhados por cerveja e apelidado de “marisco dos pobres”.

Este alimento é uma leguminosa tal como o grão, feijão, ervilha.

Tremoços

Os tremoços constituem um aperitivo bastante completo:

  • ricos em proteína de qualidade
  • boas fontes de fibra
  • pobres em calorias
  • pobres em gorduras
  • fontes de minerais: cálcio, potássio, ferro e zinco
  • fontes de vitaminas: ácido fólico altamente saciantes
  • efeitos benéficos a nível do colesterol
  • adjuvantes no controlo da glicemia
  • contribuem para um bom funcionamento dos intestinos

Tremoços muito nutritivos e pouco calóricos

Um paté de tremoços delicioso resulta da combinação de:

  • 100gr de tremoço
  • 100gr de abacate
  • um fio de azeite

Triturar bem até ficar em creme. Por fim juntar 25 gr de avelãs levemente tostadas (na sertã anti aderente sem adição de qualquer gordura) temperar a gosto com um leve toque de sumo de limão. As avelãs são opcionais.

Pode juntar coentros ou qualquer erva aromática para enriquecer o sabor.

Pouco calórico e muito saciante, devido à quantidade de proteína e fibras que possui, tem ainda efeitos benéficos ao nível do controlo glicémico, promovendo assim a diminuição do colesterol e o bom funcionamento intestinal.

Só deve ter atenção à quantidade de sal que é adicionada na sua cozedura e, se possível, passe-os sempre abundantemente por água corrente antes de os consumir.

Devido ao seu alto valor proteico, uma empresa alemã introduziu uma gama de produtos elaborada com tremoços como substituto da soja nos mercados europeus (não só por haver muitas pessoas com intolerância há soja, frequente na Europa, mas porque grande parte dos produtos há base de soja é transgénica e devido ás preocupações que dai advêm).

Mais informação em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Tremo%C3%A7o

Tremoços

3 Comentários

  1. Sara || 22 Abril, 2016

    Há vários anos os tremoços fazem parte da minha alimentação

  2. Laura Freitas || 22 Abril, 2016

    Não imaginava os benefícios aqui mencionados

  3. Neuza Jules || 22 Janeiro, 2016

    Todos os dias como uma mão cheia de tremoços para enganar o meu estômago 🙂

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*